Arquivos da categoria: Artigos Originais

É legítimo lutar por amor?

Experimentamos uma sensação dolorosa de humilhação quando a pessoa que está nos interessando não dá sinais de ter achado tanta graça em nós quanto nós nela; ou então não se mostra tão disponível por estar vivenciando algum outro vínculo amoroso. Mais grave ainda é a sensação de rejeição, quebra do elo amoroso associado à humilhação… Continue lendo »

O casamento é necessário?

O casamento é uma sociedade civil que pode ser constituída como consequência de um encontro amoroso. Não foi sempre assim e não creio que venha a ser forçosamente assim no futuro. Acredito que será crescente o número de casais que estabelecerão elos amorosos que não se encaminharão na direção da sociedade conjugal. O principal objetivo… Continue lendo »

Por que temos tanto medo de falar sobre dinheiro?

Na origem, o dinheiro era um simples intermediador de trocas de mercadorias utilizado para simplificar a transação entre bens de diferentes valores e qualidades. Foi uma ideia excelente e que facilitou muito a vida das pessoas. Com o passar dos séculos, transformou-se num valor em si mesmo, gerando o gosto, em muitas pessoas, de acumulá-lo;… Continue lendo »

O que é Serenidade?

O termo serenidade costuma estar associado a mais de um significado, sendo que o primeiro deles tem a ver com a capacidade de algumas pessoas de lidar com docilidade e tolerância com as situações mais adversas, especialmente aquelas que não dependem de nós. Muitas vezes nos angustiamos e perdemos a serenidade quando nos sentimos pressionados… Continue lendo »

Confiar um no outro, essencial para um amor maduro

– Amar implica depender, estar na mão da outra pessoa. Por isso, amar alguém que não nos transmite confiança é ser irresponsável para consigo mesmo. Poucos são os casais que vivem em concórdia, num relacionamento que crie condições para que ambos cresçam emocional e intelectualmente. Mas, porque existem alguns casais que vivem em harmonia, devemos… Continue lendo »

Individualismo não é Egoísmo

Individualismo é uma palavra que provoca polêmicas e mal-entendidos. Penso que, quando isso acontece, é porque o termo está sendo usado com múltiplos significados, o que desencadeará emoções diferentes de acordo com o modo como cada um o entenda. Individualismo é palavra que determina juízo negativo quando é usada como sinônimo de egoísmo. O mesmo… Continue lendo »

O Medo da Felicidade

Venho tratando desse tema desde o final dos anos 1970 e ele surgiu em minha mente de uma forma estranha e surpreendente: de repente percebi que as pessoas, ao se apaixonarem, passavam a viver em estado de alarme, muitas vezes em pânico, como se algo de terrível estivesse para lhes acontecer. Dormiam mal, perdiam o… Continue lendo »

Maldade

Talvez uma boa definição de maldade seja a prática de um ato em que outra pessoa é prejudicada de forma consciente. Ou seja, aquele que pratica a maldade sabe das consequências danosas do seu ato, sabe que se trata do uma ação indevida e a pratica assim mesmo. A maldade se distingue das reações agressivas… Continue lendo »

Por que os cafajestes são tão atraentes?

Os malandrões e conquistadores ousados, os que chegam dizendo-se apaixonados e prometendo mundos e fundos, despertam o entusiasmo erótico com uma facilidade incrivelmente maior do que os homens mais recatados, sutis e educados. Estes morrem de inveja dos sedutores porque não conseguem agir da forma mentirosa e invasiva com que eles abordam suas “presas”. Os… Continue lendo »

A mulher sexualmente livre: a de verdade

Tenho insistido no fato de que a indústria pornográfica tem nos imposto um modelo de mulher que está fundado no fingimento. Elas têm um comportamento sexual que, mesmo falso, seria o dos sonhos dos homens: aceitam todo o tipo de prática, têm uma postura geral de submissão (ajoelham-se para fazer sexo oral neles), dão demonstrações… Continue lendo »