Tag Archives: amor

O ciúme retroativo

Quando duas pessoas iniciam um relacionamento de forma intensa, quando surge a forte tendência para a fusão romântica – e naqueles casos em que o casal resiste pouco a isso -, muito rapidamente despontam uma sensação de compromisso e um desejo de passarem todos os instantes juntos. Nesse tipo de relacionamento, não existe ciúme sexual,… Continue lendo »

Os opostos se atraem, mas não se entendem

É voz corrente que, nos relacionamentos afetivos, os opostos se atraem. Diante do fato, a gente se posiciona de forma curiosa: como sempre ouvimos falar disso, consideramos a afirmação absolutamente verdadeira. Não duvidar de sua lógica parece nos conduzir a um “porto seguro” e acabamos acreditando que o fenômeno é inevitável. Por acaso alguém já… Continue lendo »

Sobre estar sozinho…

Não é apenas o avanço tecnológico que marcou o inicio deste milênio. As relações afetivas também estão passando por profundas transformações e revolucionando o conceito de amor. O que se busca hoje é uma relação compatível com os tempos modernos, na qual exista individualidade, respeito, alegria e prazer de estar junto, não mais uma relação… Continue lendo »

Amor Próprio, Amor ao Próximo, Fazer Amor… Que Confusão!

Pensar de forma mais rigorosa é condição necessária para quem deseja ser mais feliz. Pensamos por meio de palavras e frases. Em nosso processo de reflexão, elas desempenham um papel semelhante ao dos números na Matemática. Qualquer erro no uso das palavras determina um engano que, na sequência dos pensamentos, tenderá a se amplificar e… Continue lendo »

Amor é Amor e Sexo é Sexo

Aprendemos que sexo e amor são componentes de um mesmo instinto. Não penso assim. O amor corresponde à agradável sensação de aconchego que sentimos quando próximos de uma criatura especial. É exatamente o que sente a criança no colo da mãe, nosso primeiro objeto do amor: a dor derivada da sensação de desamparo e de… Continue lendo »

Por que príncipes viram sapos

Para entender por que nos decepcionamos com o ser amado, é preciso conhecer o processo de namoro: saber o que leva a nos encantarmos sentimentalmente com alguém. O que faz uma pessoa até há pouco tempo desconhecida se tornar tão indispensável para nós que não imaginamos mais a vida sem ela? Não há como responder… Continue lendo »

As brigas “normais” dos casais

Sempre me surpreendo quando ouço casais falando que só têm aquelas brigas “normais”. Elas costumam ser ricas em gritos, ofensas leves ou moderadas; isso quando não envolvem algum empurrão ou agressões maiores. As razões são as mais variadas, quase sempre relacionadas com ciúmes, dinheiro ou diferenças de opinião acerca de algum tema pouco relevante. Enfim,… Continue lendo »

O Que é Ser Livre?

Falar sobre a liberdade é uma das questões mais fascinantes da Psicologia. Usamos muito essa palavra, mas temos dificuldade em conceituá-la. Todo o mundo afirma que quer ser livre, mas pouca gente sabe dizer o que quer fazer com a liberdade. É comum pensar que se pode agir sem impor limites à nossa vontade. Não… Continue lendo »

Só o justo é forte e livre

O generoso se vicia em receber elogios decorrentes de sua capacidade de abrir mão do que lhe pertence em favor de outras pessoas. Como os elogios nos fazem muito envaidecidos, nos empurram na direção de buscarmos quantidades cada vez maiores de elogios semelhantes. Na prática, as pessoas generosas vão ficando muito dependentes da avaliação positiva… Continue lendo »

É legítimo lutar por amor?

Experimentamos uma sensação dolorosa de humilhação quando a pessoa que está nos interessando não dá sinais de ter achado tanta graça em nós quanto nós nela; ou então não se mostra tão disponível por estar vivenciando algum outro vínculo amoroso. Mais grave ainda é a sensação de rejeição, quebra do elo amoroso associado à humilhação… Continue lendo »

O casamento é necessário?

O casamento é uma sociedade civil que pode ser constituída como consequência de um encontro amoroso. Não foi sempre assim e não creio que venha a ser forçosamente assim no futuro. Acredito que será crescente o número de casais que estabelecerão elos amorosos que não se encaminharão na direção da sociedade conjugal. O principal objetivo… Continue lendo »

Por que temos tanto medo de falar sobre dinheiro?

Na origem, o dinheiro era um simples intermediador de trocas de mercadorias utilizado para simplificar a transação entre bens de diferentes valores e qualidades. Foi uma ideia excelente e que facilitou muito a vida das pessoas. Com o passar dos séculos, transformou-se num valor em si mesmo, gerando o gosto, em muitas pessoas, de acumulá-lo;… Continue lendo »

Pelo direito de ser diferente

A questão do amor e da liberdade esbarra com mais um curioso obstáculo, que são os condicionamentos culturais. Tenho sido bastante claro no sentido de afirmar que não acredito tanto nas pressões externas quanto a maior parte das pessoas, que falam da sociedade e suas imposições como se fosse uma espécie de bicho-papão de nossa… Continue lendo »

Confiar um no outro, essencial para um amor maduro

– Amar implica depender, estar na mão da outra pessoa. Por isso, amar alguém que não nos transmite confiança é ser irresponsável para consigo mesmo. Poucos são os casais que vivem em concórdia, num relacionamento que crie condições para que ambos cresçam emocional e intelectualmente. Mas, porque existem alguns casais que vivem em harmonia, devemos… Continue lendo »